Crenças católicas: O Senhor realmente retornou

O Senhor realmente retornou

Por Renshi, Estados Unidos

Minha família inteira acredita em Deus. Eu vou à missa com minha mãe desde que era uma garotinha, e Deus nos concedeu tanta graça – estávamos cheias de gratidão a Ele e também ansiávamos o retorno do Senhor. Mas nunca imaginei que, quando o Senhor realmente retornasse para operar e nos salvar, eu não reconheceria Sua obra, mas confiaria em minha natureza arrogante e me agarraria às minhas noções antigas, quase perdendo a salvação do Senhor. Sempre que me lembro disso, sinto autoacusação, mas também regozijo. O Senhor Jesus teve misericórdia de mim e, por meio da comunicação paciente de meus irmãos e irmãs sobre as novas palavras do Senhor, eu ganhei um entendimento de Sua nova obra, tornando-me, assim, capaz de seguir Seus passos. Sou grata pela salvação do Senhor para mim, que me permitiu pegar o último trem para a Era do Reino. Agora, todos os tipos de cenas de quando aceitei o Senhor estão passando pela minha mente… Leia mais

Foi assim que recebi o Senhor

Relâmpago do Oriente, evangelho do reino Amor de deus
                              Copyright da imagem: Relâmpago do Oriente

Xiyue, Japão

Quando eu tinha seis anos de idade, minha mãe creu no Senhor Jesus e muitas vezes me levava às reuniões da igreja. Aos poucos, tomei consciência do fato de que o homem foi criado por Deus, de que, se estivéssemos em apuros, deveríamos orar a Ele e confiar Nele e de que deveríamos agradecer a Deus por tudo. Minha mãe me disse: “Deus ama as pessoas; se orarmos a Deus, confiarmos a Ele o que está em nossa mente e verdadeiramente dependermos Dele, Ele resolverá nossos problemas e nos concederá graça abundante. Contato que creiamos verdadeiramente no Senhor, no futuro, Ele virá para nos receber no reino dos céus!” Leia mais

Eu dei as boas-vindas ao retorno do Senhor

Relâmpago do Oriente, vindas ao retorno do Senhor, O Senhor Jesus

Qingxin, Mianmar

Meus pais são ambos cristãos e desde cedo comecei a ir com eles à igreja para participar dos cultos. Aos 12 anos de idade, participei de um grande acampamento cristão em Mianmar e, enquanto estava lá, um pastor me disse: “A única maneira de evitar a morte e entrar no reino dos céus é ser batizado”. Assim, para entrar no reino dos céus, decidi ser batizado enquanto estava no acampamento. Daquele momento em diante, eu me tornei um cristão genuíno. Leia mais